terça-feira, 27 de outubro de 2015

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Conquista de territórios através da Oração em Linguas


Quando começamos a orar em línguas acontece como aqueles espias que foram olhar a terra prometida.
Os da carne, os incrédulo, (nossa carne incrédula), disseram que lá existiam homens grandes e que não conseguiriam conquistar aquela terra prometida.
Mas existiam os do espírito (nosso espírito), creram na promessa e disseram; vamos conquistar porque é promessa Deus e Ele está no controle.

Ao atravessar o rio Jordão o povo de Israel de deparou com lutas batalhas para conquistar a terra prometida. Ao começar orar com perseverança estaremos entrando e atravessando o rio para conquistarmos nossa alma.

Em nossas vidas poderíamos dizer que a nossa alma é a terra prometida. Pois se conquistarmos nossa alma transformando-a pela renovação, como está escrito em Rm.12:1-2. Experimentaremos e comprovaremos qual é a boa, agradável e perfeita vontade de Deus em nossas vidas.

Quando começamos a orar em línguas os inimigos camuflados de nossa alma começam a aparecer, e temos a condição em Deus, através da palavra de vencê-los um a um.
Quando começamos a orar em línguas os gigantes aparecem, conceitos, sofismas e fortalezas e tudo que se levanta contra o conhecimento de Deus aparecem para serem destronados e vencidos.

Começamos a conquistar os territórios assim como o povo de Israel e tomar posse da terra prometida. Nossa alma! Se conquistarmos, se vencermos os inimigos os territórios de nossa alma, estamos realizando a finalidade da fé. O FIM DA FÉ E A SALVAÇÃO DE NOSSAS ALMAS. 1Pe.1:9

Há territórios a serem conquistados em nossas alma... Oração em línguas ajudará e potencializará a conquista desses territórios.
Quando nos entregamos ao Espírito Santo e damos vazão a Ele através da oração em línguas, Ele mostrará cada detalhe de nossas vidas que necessitam de mudanças, e mostrará cada arma poderosa em Deus para que possamos vencer as lutas. Armas como: jejuns, adoração+louvores, leitura+meditação+confissão da palavra, espírito de gratidão.

Quando nos entregamos ao Espírito Santo, Ele mostrará cada uma das armas poderosas em Deus. E sua eficácia em cada um das áreas em suas necessidades. Embora somos humanos, nossas arma são poderosas em Deus. IICo10:3-5.

O FIM DA FÉ E A SALVAÇÃO DE NOSSAS ALMAS. 1Pe.1:9

Ore em línguas, persevere, não pare diante dos adversários de sua alma, conquiste territórios, vença o medo, a insegurança, o temor, a dúvida, as fraquezas da alma que impedem de experimentar e comprovar a boa,agradável e perfeita vontade de Deus em sua vida!!! Seja transformado pela palavra vivificada pelo Espírito Santo em teu espírito!


Shalom!!!
Pastor Rui Barbosa

Entregando-se ao Espírito Santo

Entregando-se ao Espírito Santo em orações em línguas + adoração + louvores + adoração + leitura e meditação da palavra + jejuns + gratidão. Para sermos transformados na nossa maneira de pensar. PENSAR COMO DEUS PENSA A NOSSO RESPEITO!

Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos, a serem renovados no modo de pensar e a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade. Ef.4:22-24

Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês. Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Rm.12:1-2

Fomos criados para sermos semelhantes a Deus em justiça e santidade provenientes da VERDADE (PALAVRA REVELADA - PALAVRA - RHEMA). E Só o Espírito da verdade é quem pode guiar-nos a toda verdade.
Mas quando o Espírito da verdade vier, ele os guiará a toda a verdade. Jo.16:13.
Quando nos entregamos ao Espírito Santos nas práticas espirituais, sejam orações em línguas + louvores + adoração + leitura e meditação na palavra + jejuns + gratidão. 

Ele implanta, enxerta a palavra da verdade em nosso coração para que sejamos salvos pela palavra na nossa maneira de pensar. Seja renovado no modo de pensar, não se amoldem ao padrão desse mundo, seja capaz de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. DEIXE O ESPÍRITO SANTO ENXERTAR A PALAVRA DA VERDADE EM TEU CORAÇÃO.

Portanto, livrem-se de toda impureza moral e da maldade que prevalece, e aceitem humildemente a palavra implantada em vocês, a qual é poderosa para salvá-los.

E ASSIM... E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará. Jo.8:32.
Pastor Rui Barbosa

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

TIPOS DE ORAÇÃO

TIPOS DE ORAÇÃO
  
1.    ORAÇÃO DA FÉ.
Também conhecida oração de petição, é a oração que confia firmemente no que profere, e se apodera sem evidências visíveis ou palpáveis. Por estar totalmente alinhada com a Palavra de Deus e com a sua vontade, não devemos usar o termo: “se for da tua vontade”. (Marcos 11:22-24)

2.    ORAÇÃO DE CONSAGRAÇÃO.
É falar com Deus consagrando nossa vida em total submissão à Sua vontade e aos Seus propósitos, para cumprir seu chamado. Nesta oração, normalmente não conhecemos com precisão o plano de Deus, então podemos dizer a Ele: “se for da tua vontade”. (Lucas 22:42)

3.    ORAÇÃO DE LOUVOR E ADORAÇÃO.
É uma expressão de gratidão a Deus e celebração de seu caráter e seus atributos. É externar palavras de elogio reverenciando-o por sua glória e soberania, a despeito da condição que estejamos. Deve estar presente em todo e qualquer momento de oração. (Hebreus 13:15; Salmo 34:1)

4.    ORAÇÃO DE ENTREGA.
É uma verdadeira transferência de fardo, realizada quando as ansiedades, aflições e incertezas tentam assolar nossa alma. Nesta oração podemos entregar pessoas, situações, sentimentos... (Filipenses 4:4-6; I Pedro 5:7)

5.    ORAÇÃO EM LÍNGUAS.
Podemos chama-la de “a oração perfeita”, pois é a oração feita pelo espírito recriado, que é o verdadeiro ser da nova criatura em Cristo. Quando decidimos orar em línguas estamos orando o perfeito plano de Deus, mesmo sem estar consciente do que falamos com Ele. É a oração que robustece e fortalece (edifica) o homem interior. (I Coríntios 14:2, 4,14-15)

6.    ORAÇÃO DE INTERCESSÃO.
É assumir uma posição de mediação ou reconciliação entre Deus e alguém por quem oramos. “Interceder” significa “interpor-se entre duas partes”. É simplesmente orar em favor de outra pessoa. (I Timóteo 2:1-3)

7.    ORAÇÃO DE CONCORDÂNCIA.
É quando duas ou mais pessoas se unem em oração diante de Deus por uma causa em comum, concordando sobre a mesma. (Mateus 18:18-20)

8.    ORAÇÃO UNÂNIME OU UNÍSSONA.
É a oração na qual toda a igreja ora ao mesmo tempo em voz alta acerca de uma determinada questão. No mesmo espírito, na mesma direção e na mesma motivação. (Atos 4:23-31)
  
Obs.: Um Resumo de Matéria (ORAÇÃO QUE PREVALECE) do Centro de Treinamento Bíblico RHEMA.


segunda-feira, 3 de agosto de 2015

A oraçao em linguas para ser livre da pornografia


oração em linguas para ser livre da pornografia

1Cori.14.4 O que fala linguas estranha edifica-se a si mesmo...

Quanto mais vc orar em linguas,mais vc esta sendo edificado.A sua fe e edificado,muitos do povo de Deus estão escravo da incredulidade,pessoas que não consegue crer no milagre.

Com oração em linguas vc recebe o poder de DEUS;poder para:
testemunhar
Curar os enfermo
expulsar os demônios
vencer a carne
Cura interior

bíblia mostra que tem 9 dons espirituais:
palavra de sabedoria
palavra de conhecimento
discernimento de espirito
dom da fe
dom de curar
dom de maravilhas
variedade de linguas
dom de profecia
interpretação de linguas

Único deste dons que o homem tem controle e a oração em linguas;ele pode orar na hora que quiser e quanto quiser.Quando a pessoa decide a passar orando em linguas esta decisão muda a sua historia.
Oração em linguas abre a porta para sobrenatural. Oração em linguas e chave que abre as portas que estão fechadas.
Quantas pessoas tem lutado contra algum pecado especifico e não tem vencido.

Conheci um homem que disse:pastor eu ja fiz de tudo mais não consigo lagar a pornografia.
Quando vc começa a orar em linguas o Espirito Santo que esta em vc começa a trabalhar e a medida que voce vai passando tempo na sua presença vc fica livre; e acaba encontrando a libertação.

Existe espirito maligno por traz da pornografia e tambem ela e uma fortaleza na mente.E uma luta fora e dentro da pessoa.
Tem pessoas que estão na prisão da pornografia e a oração em lingua vai te dar a chave para vc sair desta prisão.
Oração em linguas ajuda a vencer a carne e  vc praticar O Espirito Santo vai te ajudar ,Ele ama vc Ele te escolheu. Seja livre em nome de JESUS!!!!
Pastor Ariston Junior

sábado, 20 de junho de 2015

DEZ RAZÕES PARA TODO CRISTÃO ORAR EM LÍNGUAS

DEZ RAZÕES PARA TODO CRISTÃO ORAR EM LÍNGUAS

Paulo em Efésios 6:18 orienta a igreja a orar em espírito em todo o tempo. Pôr muito tempo eu achava que orar em espírito era orar com a minha mente ou orar baixinho sem que alguém me ouvisse.

Examinando corretamente as escrituras, eu percebi que orar em espírito estava falando sobre a oração em outras línguas. Isto concorda com aquilo que o apóstolo Paulo estava falando em I Coríntios 14:14. Se eu orar em outras línguas, o meu espírito ora de fato, mas a minha mente fica infrutífera. Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com a mente. Nestes versículos, observamos claramente que orar em espírito significa orar em outras línguas.

Porque todo cristão deve orar em outras línguas?

1º Orar em outras línguas significa orar a perfeita vontade de Deus. Muitas de nossas orações em português são egoistas e fora da vontade de Deus, mas quando oramos em línguas, oramos de forma correta! I Coríntios 14:14 Porque, se eu orar em outra língua, o meu espírito ora de fato, mas a minha mente fica infrutífera.

2º Orar em outras línguas recarrega as baterias espirituais: Em Judas 20 observamos que orar em espírito edifica a nossa fé santíssima. No original do grego, edificar, tem uma conotação de carregar baterias. A oração em línguas nos ajuda a enfrentar todos os problemas com as baterias espirituais carregadas!

3º Orar em línguas nos ajuda a manter comunhão com o Senhor. Em I Coríntios 14:2, a Palavra nos mostra que orar em línguas é falar mistérios com Deus e ninguém nos entende. Esta oração em línguas nos ajuda a crescer em comunhão com Deus Pai, e termos uma maior consciência da Sua presença em nós.

4º Orar em línguas nos trás refrigério e descanso. Esta verdade concorda com Isaías 28:11 e 12, onde Deus diz que falaria com o povo pôr lábios gaguejantes e pôr língua estranha, e este seria o descanso e o refrigério. No dia a dia somos atribulados pelas circunstâncias, e quando passamos a orar em línguas o Senhor derrama sobre nós o seu refrigério e o seu descanso em meio às circunstâncias, com isso passamos a não nos movermos pelo que estamos vendo ou sentindo.

5º Orar em outras línguas nos possibilita a dar graças a Deus, de forma correta e bem. Esta verdade concorda com o que está escrito em I Coríntios 14:17.

6º Orar em outras línguas nos possibilitará a interceder segundo a vontade do Espírito Santo. Romanos 8:26. Toda intercessão em línguas é realizada de forma perfeita. Muitas vezes não sabemos como orar a respeito de determinadas situações, ou a respeito de determinadas pessoas, mas quando intercedemos em línguas, estaremos orando de forma perfeita, em qualquer situação.

7º Orar em línguas possibilita ao Espírito Santo controlar a nossa língua. Tiago 3:2 Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça no falar, é perfeito varão, capaz de refrear também todo o corpo. Como precisamos orar em línguas, para submetermos a nossa língua ao Espírito!

8º Todo aquele que recebe o revestimento de poder, recebe a evidência inicial de orar em outras línguas. Atos 2:1 a 4. Marcos 16:17.

9º Falar em outras línguas nos livra das más conversações que existem no mundo.

I Coríntios 15:33 Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.

10º Falar em línguas nos possibilita falar os mistérios com Deus. Em outra tradução diz: falar os segredos divinos com Deus. A Palavra fala sobre vários mistérios, e quando nos entregamos em orar em línguas o Espírito no revela os benefícios destes mistérios. I Coríntios 2:12 Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, e sim o Espírito que vem de Deus, para que conheçamos o que por Deus nos foi dado gratuitamente. 13 Disto também falamos, não em palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas ensinadas pelo Espírito, conferindo coisas espirituais com espirituais.

A oração em outras línguas é uma oração concernente à realidade da Nova Aliança, estabelecida em Cristo Jesus. Na velha aliança não vemos a operação desta oração, mas em todo o novo testamento observamos a oração em línguas sendo enfatizada pôr Paulo. Orar em línguas é para a nossa dispensação, pois só podem orar em línguas aqueles que nasceram do Espírito Santo de Deus. Como a profecia estava para a velha aliança, orar em outras línguas está para a dispensasão da Nova Aliança.

Pr. Luciano Martins


Oração em linguas e sobrenatural


segunda-feira, 25 de maio de 2015

LIBERE O PODER EM VOCÊ!

LIBERE O PODER EM VOCÊ!

Efésios 3:20 - Ora , àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera.
Quanta energia está trabalhando em você agora? A Palavra de Deus diz que há “poder que opera em nós.". 

É um poder tremendo que abala os céus e a terra, porque vem do trono de Deus, que é capaz de fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos! O problema, porém, é que muitos de nós não liberamos esse poder.

Deus quer que nós liberemos esse poder, porque há coisas que não vão acontecer na terra até que possamos fazê-lo. Jesus disse que “tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus”. (Mateus 16:19) O que Jesus está dizendo é que o que você permitir que isso aconteça, o céu vai permitir . O que você não permitir, o céu não permitirá!


Então, como nós liberamos o poder de Deus em nós? Uma maneira é orar em línguas. Quando permitimos que o Seu Espírito interceda por nós (Romanos 8:26), os milagres acontecem.

Aquele que fala em línguas edifica o seu espírito, alma e corpo

1 Coríntios 14:4 - Aquele que fala em línguas edifica a si mesmo...


Muitos carismáticos acreditam que quando você fala em línguas, você edifica ou constrói o seu homem espiritual. Bem, isso é apenas um terço das verdades contidas na oração em línguas. 

A Bíblia não diz que quem ora em línguas somente edifica o seu espírito. Não, ele diz que quem ora em línguas “edifica a si mesmo” (1 Coríntios 14:4) . 

Isso significa que todo o seu espírito, alma e corpo, estão envolvidos no processo, pois você tem que falar, envolve sua boca que é parte de seu corpo físico, envolve sua fala que é parte de sua alma, porém ela não entende, e envolve seu espirito. 

Então, aquele que fala em línguas edifica o seu espírito, alma e corpo.

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Ministração sobre Cura Ana Paula Valadão Bessa with subtitle english

Beten Christi Sinn Pr. Dave Roberson

Beten Christi Sinn Pr. Dave Roberson

Jeder Moment im Gebet zu verbringen, ist eine Stunde oder einen Tag in Zungen zu beten, sie den Geist Christi über den gesamten Grund Offenbarung der Kirche zu beten - das Geheimnis, was Christus, die Hoffnung der Herrlichkeit, in euch ist, um euch und durch euch.


Aber wenn Sie diese Geheimnisse zu beten weiter, drückt der Heilige Geist auch den Geist Christi, Sie auf einer sehr persönlichen Ebene und hilft Ihnen, zu kennen und in der perfekten Plan und Absolutheit Gottes für Ihr Leben zu gehen.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Orando a mente de Cristo Pr. Dave Roberson

Cada momento que você passa em oração, seja uma hora ou um dia orando em línguas, você está orando a mente de Cristo que abrange a revelação fundamental completa da Igreja – o mistério de tudo que Cristo, a Esperança da Glória, é em você, para você e através de você.

Mas, se você continuar a orar estes mistérios, o Espírito Santo também expressa a mente de Cristo para você em um nível muito pessoal, auxiliando-lhe a conhecer e a andar no plano perfeito e absoluto de Deus para sua vida.

Esta é uma das funções mais cruciais do Espírito Santo em sua vida. Por quê? Bem, você tem certeza de que você sabe exatamente qual é o seu chamado no Corpo de Cristo? Você sabia que pode ter dificuldades por toda sua vida sob o domínio da carne e nunca conhecer a perfeita vontade de Deus para você? (Por exemplo, se você parar no meio do caminho para brigar com as pessoas, você não avançará em Deus até que tenha lidado com este problema de acordo com a Palavra).

Esta é a razão pela qual a Bíblia diz que há uma boa, agradável e uma perfeita vontade de Deus para sua vida (Rm. 12:2). Jesus também falou sobre diversos tipos de “solo” no coração das pessoas: Um tipo frutifica a trinta, um, a sessenta e outro, a cem da Palavra que é semeada (Marcos 4:20).

Muitas pessoas nunca saem do estágio de “trinta” do plano de Deus para elas. Passam a vida inteira enganadas com relação ao seu galardão porque não sabem como liberar o poder do Espírito Santo dentro delas. Se soubessem como fazer isto, então cada dia estariam mais perto do plano perfeito de Deus.

Pr. Dave Roberson

Orar em línguas bloqueia a atuação do nosso egoísmo na oração

Orar em línguas bloqueia a atuação do nosso egoísmo na oração

III - Oração em línguas estranhas.

“E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.” (Atos 2:4).
A evidência do receber a plenitude do Espírito Santo, como já dito é a oração em línguas estranhas, os discípulos receberam o batismo com o Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas.

Se eu recebo o dom de línguas é porque eu sou batizado no Espírito Santo. Certa vez estava ministrando a um grupo pequeno de pessoas sobre Batismo no Espírito Santo, então comuniquei a eles que iriam receber a imposição de mãos para fossem batizados com o Espírito Santo, e eu perguntei se tinha alguém neste grupo já batizado desta maneira que  está na reunião, e um rapaz disse: “Olha eu falo em línguas, mas não sou batizado”. 

Então eu disse: “É claro que sim, você só não soubera, pois não tem como atuar em coisas espirituais sem ser espiritual”. Ele havia recebido, mas não sabia o nome do que recebera. Se você fala em outras línguas, então é Batizado com o Espírito Santo.
“E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos que ouviam a palavra. E os fieis que eram fiéis a circuncisão, todos quanto tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios. Porque os ouviam falar em línguas e magnificar a Deus” (Atos 10.44-46 RC).

A palavra dom significa poder, e o poder do Espírito Santo na passagem supra refere-se ao batismo no Espírito Santo, depois disse começaram a falar em outras línguas, começaram a falar com Deus com uma linguagem espiritual.
Se você afirma que é batizado, mas não fala em outras línguas... Bom... Na bíblia quando se relata de batismo, e o que eu falo aqui é o batismo no Espírito, há a existência de línguas, por exemplo, no pentecostes. E os sinais das línguas estranhas iriam seguir aqueles que crescem.
“Esses sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome... falarão novas línguas” (Marcos 16.17 RC).

Logo, a luz desse texto de Marcos, se eu crer, em nome de Jesus serei batizado, pois falarei novas línguas, e não há como falar novas línguas sem te o batismo no Espírito Santo. As pessoas que não crêem não conseguem falar em novas línguas, não compreendem, e a bíblia diz que o sinal de falar em línguas é um sinal que seguirá aos que crêem. Então podemos pedir em nome de Jesus para que recebamos o batismo em nome de Jesus!

O nome de Jesus nos foi dado para usarmos, e é o nome a cima de todo o nome que se nomeia, tem todo poder e autoridade nesse nome, foi nesse nome que Smith Winggisword ressuscitou cerca de 25 pessoas, é neste nome que eu oro por pessoas e elas são imediatamente curadas, é neste nome que expulsamos demônios, e neste nome está o poder de orar em línguas estranhas.

Em pentecostes as pessoas de varias nacionalidades entenderam em sua própria língua o que os discípulos falaram (vide Atos 2.8-13), isso acontece, mas não quer dizer que os discípulos estavam falando em determinadas línguas, mas os de outras nacionalidades ouviram em suas respectivas línguas as grandezas de Deus. Isso acontece, até os dias de hoje, é um item dentro das utilidades de orar em línguas estranhas.

O pastor Irineo Grubert conta que foi pregar em uma igreja tradicional, que não entendia a oração em línguas estranhas, e no meio da pregação sentiu uma vontade enorme de falar em línguas estranhas, se conteve, mas após soltou algumas coisas em línguas, na mesma hora um senhor da platéia veio chorando ao altar dizendo que o pastor revelou especialmente coisas da vida dele, e o pastor Irineo ficou sem entender, e depois pergunto para algumas pessoas o que ele havia falado. Então os tradicionais disseram: “Também queria saber o que você falou”. 

Ou seja, apenas aquele homem traduziu a mensagem em línguas estranhas, Deus permitiu o irmão interpretar, que também é um dom (vide 1º Coríntios 12.10).
Mas em geral as línguas estranhas é uma oração, individual, feita de preferência só entre Deus e a pessoa.
“O que fala língua estranha não fala aos homens, senão a Deus; por que ninguém o entende, e em espírito fala de ministérios” (1º Coríntios 14.2 RC).

É uma conversa intima que o Espírito Santo nos concede a falar determinadas palavras que Deus entende, de maneira que convém orarmos.
“Assim também o Espírito de Deus vem nos ajudar na nossa fraqueza. Pois não sabemos como devemos orar, mas o Espírito de Deus, com gemidos que não podem ser explicado por palavras, pede a Deus em nosso favor... O Espírito pede de acordo com a vontade de Deus” (Romanos 8.26-27b NTLH).

O Espírito Santo começa a nos conceder sons que não se pode ser expresso por palavras, por isso a versão revista e corrigida do traz a frase “gemidos inexprimíveis” ao invés de “com gemidos que não podem ser explicado por palavras” o qual a NTLH traz. Parece algo sem expressão, palavras que são informes.

Quantas vezes não sabemos o que orar, como oração, e então o Espírito Santo nos concede palavra e nós falamos (vide Atos 2.4). Dessa maneira nós oramos de acordo com a vontade de Deus, pois o Espírito Santo conhece a Deus, até as suas profundezas e nos ajuda a orar da maneira que se deva orar.

“O que fala em línguas estranhas edifica-se a si mesmo” (1º Coríntios 14.4).
Nós não sabemos ao certo orar, por isso o Espírito Santo ora por nós, intercede por nós desta maneira tão especial. Oração em línguas é para a pessoa ficar firme na fé, edificada, consolidada em sua fé, o Espírito Santo irá pedir coisas que são realmente necessárias. O Espírito sonda o nosso coração, sabe qual a nossa real necessidade e fala a Deus.

Espírito Santo fala a Deus e Deus vendo que você abriu sua boca e começou a orar em línguas estranhas, sinalizando assim, a Deus, que você concorda que o Espírito Santo faça algo novo dentro de você, então Deus começa a operar em nós. Muitas vezes estamos com algo equivocado dentro do nosso coração e após a oração em línguas estranhas estamos completamente convictos de outra coisas.

Orar em línguas bloqueia a atuação do nosso egoísmo na oração. Um exemplo de oração egoísta: “Deus eu quero um carro, eu quero dinheiro, quero uma casa, eu quero que o Senhor mate todos os meus inimigos... Eu amaldiçôo todas as pessoas que não gostam de mim, amaldiçôo o vendedor de batatas que não me deu um desconto...”. E agora como oraríamos no Espírito Santo oraria: “Deus eu preciso de forças não perder a minha fé ao se importar mais com coisas materiais do que com o serviço do teu Reino. 

Que o Senhor me ajude a ter paciência e a esperar que as coisas que o Senhor me prometeu. Me ajude a amar o meu próximo, que o Senhor que abençoe os que me maldizem, que as pessoas que me maldizem possam nasce de novo e te encontrar como um dia te encontrei” - esse é um exemplo de oração segundo a vontade de Deus, claro que a oração do Espírito é bem mais profunda, possivelmente a tradução da oração em línguas seria mais ou menos assim.

Por vezes estive com duvidas de alguma coisa dentro da Palavra de Deus e após a oração em línguas a duvida foi tirada. Duvida é o contrario de fé, e a fé tem muito a ver com a Palavra de Deus, a fé é da palavra de Deus, ela vem da palavra de Deus (vide Romanos 10.17), então se eu tiver duvida a cerca da Palavra de Deus, não terei fé, logo não agradarei a Deus (vide Hebreus 11.6), e a oração em línguas trabalha também no campo da edificação da fé. Veja:
“Edificando-vos a vós mesmos sobe a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo” (Judas 1.20 RC).

Orar no Espírito Santo é justamente oração em línguas estranhas, nós vemos isso em Romanos 8.26, o Espírito Santo começa a se manifestar quando oramos nele, quando ele ora por nós, quando passamos a bola da oração para Ele, para que marque o gol e consigamos ser vitoriosos, pois há muitas coisas que bloqueiam a nossa fé e Espírito Santo começa a desembaraçar os bloqueios, pois sabe fazer como convém, sabe orar como convém, da maneira que concorde com a vontade de Deus.

É muito proveitoso orar em línguas, para termos fé forte e crescer espiritualmente. Pois a fé é algo que está dentro do homem interior, dentro do nosso espírito, e se formos edificados na fé o nosso espírito também será edificado (para entender mais sobre a fé conheça o livro “A fé verdadeira” de Naelcio C. Crudi).

Oração em línguas tem um valor imensurável, nós estaremos orando da maneira que Deus que, segundo a vontade Dele, estaremos perto Dele, falando algo que só Ele entende. Se estamos pedindo algo segundo a vontade Dele, certamente que é bom, digo, perfeito, pois a Deus nos diz que não tem maus pensamentos a cerca de nós, Ele não pensa coisas ruins para nós, só pensa coisas boas, coisas de paz (vide Jeremias 29.11).

 Tenho um pensamento, se a pessoa realmente é batizada no Espírito e fala novas línguas, então poderá falar em línguas e fazer outra coisa ao mesmo tempo, por exemplo, estudar, ou trabalhar. Vou explicar, olhe o que a Bíblia diz:
“Se eu orar em línguas estranhas, o meu espírito, de fato, está orando, mas a minha inteligência não tomará parte nisso” (1º Coríntios 14.14 NTLH). 
                                                                                       
Paulo diz que a oração em espírito não toma parte na mente, gosto desta tradução: “minha inteligência não tomará parte nisso”. Veja, meu querido, nós somos um espírito, possuímos uma alma e temos um corpo, e a mente está no campo da alma, se você usa apenas mente o seu espírito fica neutro, ou seja, sem trabalhar; se você começa a correr em uma esteira e se desliga do mundo, fica sem pensar em nada, então você usa apenas o corpo, mas não impede que você possa correr e começar a pensar na vida, usando duas partes de você: Alma e corpo. 

Da mesma maneira poderá usar ao mesmo tempo o espírito, a alma e o corpo. Muitas vezes quando estou fazendo serviços domésticos em minha casa ou quintal uso a mente para pensar como irei produzir o meu trabalho e uso o corpo para por em pratica o pensamento, mas também começo a falar em línguas, desta maneira fortaleço minha fé, faço 3 coisas ao mesmo tempo, e isso é possível, com treino e disciplina.

Falar em línguas é orar em espírito, não atrapalha usar o raciocínio, não atrapalha a caminhada, ou o trabalho. Mas isso é uma questão de treino, pois tem pessoas que não conseguem pensar se estão ouvindo sons e oração em línguas faz sons.

Então ela usa a atenção que está na mente e começa a orar em espírito, a versão revista e corrigida diz “o meu entendimento fica sem fruto” no texto de 1º Coríntios 14.14, mesmo que eu esteja ouvindo-me orar em línguas o meu entendimento não estará recebendo nada de bom, pois estará entendendo nada, a menos que tenha o dom da interpretação de línguas. Então posso, se conseguir me desligar da minha voz, ler a bíblia e orar em línguas, pois as línguas usa o espírito, a leitura a mente. Se um pessoa ler a bíblia e orar em línguas ao mesmo tempo terá muito ganho, se edificará duas vezes mais.

Há trechos deste livro que eu estava orando em línguas, esta frase, por exemplo.
Se você conseguir se desligar da sua voz enquanto ora em línguas, então poderá estudar para a prova da faculdade ou da escola, poderá terminar o relatório do escritório. É o que Pulo disse a oração em espírito não toma parte na inteligência. Deus faz tudo perfeito, maravilha!

Não te aconselho a nunca mais orar no seu idioma, ante te incentivo a orar no seu idioma todos os dias, é necessário para dizer a Deus o que você está sentindo, é isso que Paulo diz:

“Se eu orar em línguas estranhas, o meu espírito, de fato, está orando, mas a minha inteligência não tomará parte nisso. O que vou faze então? Vou orar com o meu espírito, mas também vou orar com a minha inteligência; vou cantar com o meu espírito, mas também vou cantar com a minha inteligência” (1º Coríntios 14.14-15 NTLH).

Paulo incentiva a Igreja a fazer ambas coisas, orar em espírito e orar com o idioma nativo, adore a Deus com seu idioma nativo, isso é importante, dizer palavras de amor a Ele, mas na oração em línguas você estará pedindo como convém, mas estará pedindo, apenas. Mas com o idioma você pode dizer: “Te amo Senhor”, “Brigado por...”.

Enquanto oramos em línguas somos cheios da unção de Deus, somos levados a cumprir a vontade de Dele, as coisas do Senhor começam a ser consolidadas em nós, as duvidas somem, então podemos crer da maneira que Deus quer que creiamos. Nossa vida muda, transforma, há uma explosão.

Numa explosão nada permanece como é, há transformações, coisas pegam fogo e ficam quentes, na ora da explosão há iluminação, coisas são destruídas, outras coisas são transformadas. A oração em línguas explode tudo em nossa vida, segundo a vontade de Deus.

Meu amigo, Deus nunca vi ficar lhe devendo algo, tudo o que você faz por Ele, tenha certeza, Ele irá te recompensar. Se você orar durante a madrugada e dormir apenas três horas e depois ir ao trabalho Deus não o deixará cansado ou com sono, Ele irá suprir o seu cansaço, irá multiplicar as oram dormidas. A maior parte deste livro, por exemplo, foi escrita durante a madrugada, e amanha irei para a faculdade, irei acordar às cinco e quinze da manha para pegar um transporte, mas eu estou fazendo algo para Deus, se que Deus multiplicará as poucas horas de sono, tenho certeza disso.

Se você é casado (a) e dorme com o seu cônjuge não é legal ficar orando em línguas em alta voz ao lado dela (o), então ore baixinho, fique orando durante a madrugada com o cônjuge dormindo do lado, fiquem por horas orando em línguas, desta forma você estará em orando em sintonia com a vontade de Deus. Kenneth Hagin conta que orava por vezes de cinco a seis horas em línguas com a sua esposa do lado.

No que tange ao uso público das línguas, vejamos o que Paulo diz:
“Se, pois, toda a igreja se congregar num lugar, e todos falarem em línguas, e entrarem indoutos ou infiéis, não dirão porventura que estais loucos?... E, se alguém falar em língua desconhecida, faça-se isso por dois, ou quando muito três, e por sua vez, e haja intérprete. Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja, e fale consigo mesmo, e com Deus”. (1º Coríntios 14.23, 27 e28).

É importante isso, se alguém que não é adepto ao pentecostes entrar em um lugar onde há uma gritaria desordenada em línguas, a primeira coisa que ele vai pensar é: “crente é tudo doido mesmo, to saído dessa”. Na igreja é necessário ministrar o Evangelho, é preciso orar, mas fazer bagunças só atrapalha a imagem da Igreja, a Igreja tem que ser luz e não motivo de chacota. Esses dias passado de ônibus na cidade um rapaz apontou para uma determinada igreja e disse: “Olha a Igreja Deus é Surdo”. O que eu iria falar? Calei-me, fiquei triste. Não digo que não pode dançar na igreja, pode isso anima o reunião, balançar o corpo, bater palmas, erguer as mãos, mas gritos não provam a espiritualidade. 

Se as pessoas querem orar em línguas em alta voz e gritar marque uma vigília com os membros e vá chapar aos pé de Deus, agora no culto público é importante a decência para ganhar almas. E no caso de interpretação de línguas é tem que haver intérprete, a pessoa com dom para saber o que a pessoa está falando no Espírito (vide 1º Coríntios 12.10), e essa tradução é como profecia. Na igreja se for falar em línguas, ore entre você e Deus quietinho, baixinho, é claro que é aceitável que o pastor fale em línguas algumas vezes durante a ministração, isso é bom para edificá-lo para pregar, mas não é essencial.

Não há nada que se contrapõe a oração em línguas. 
Ela é um sinal inicial do nascimento do Espírito (vide Atos 2.4). 
Quando oramos em línguas estranhas estamos em orando em harmonia perfeita com a vontade de Deus (vide Romanos 8.26). 
A língua estranha nos relembra da presença do Espírito Santo que está em nós, pois é do homem espiritual, nascido do Espírito (vide João 3.6). 
Ajuda na edificação espiritual (vide 1º Coríntios 14.4). 
Edifica a nossa fé (Judas 1.20). 

Há vários benefícios de orar em Línguas, meus amados, olhe cada item desses que aqui foram citados, se fosse apenas um destes já seria uma oração explosiva, mas são todos esses, e alguns outros que há em mistérios. Maravilha que Deus fez para nós.


Postado por Naelcio C. Crudi

terça-feira, 31 de março de 2015

Orando no Espirito




segunda-feira, 30 de março de 2015

Aprenda viver pela fé Pr Eber Rodrigues

Interceding in tongues

"Intercession"

In 1961, in France, State of São Paulo, the sister Ligia de Souza, Londrina, proved the power of intercession that is in praying in tongues in a way, which would never forget. At the time I reported the experience, said he witnessed for over thirty years, although the value is the intercession in tongues today.

It was during a campaign held in the church, he received the presence of an evangelist out, it happened. Ligia arrived before the service and was making strong push to go down to the basement where they used to meet to pray and intercede. As soon as he did, began to weep and groan in travail, speaking in tongues all the time; did not understand what was happening, but I knew I was interceding for someone.

In the midst of prayer, God showed him the leader of youth and she understood that prayed for him, but still without knowing why. Prayed in tongues until you feel relief that the intercession of weight, that when it came, brought with it a manifestation of joy. When he came to church, worship had finished! Been so engrossed in prayer that never saw the passing time. Asked her husband, about the boy and knew he had not been in the service.

If the story ended here, it might be similar to many times you and I had already interceding in tongues without knowing why, and not just regarding them both for not seeing the results; but the Lord allowed the sister Ligia knew what happened, and this should encourage us all to obey the prayer impulses that the Holy Spirit brings.

The next day, at noon, knocked on the door of the couple's home and the Samuel pastor, husband of Ligia, was meet. Opening the door, he came across one youth leader with a can of ant killer in hand. Revealed that at the time of service he would have killed himself because could not stand the thought family problems and in great despair.

But the moment that would ingest the poison, heard the voice of the Holy Spirit saying he was not alone; that right now someone was interceding for him and that God would help him get out of that situation. It took courage, gave up suicide and saw God bring you victory.

Besides being saved in life without losing your salvation, this guy is now a pastor. That the devil tried to destroy, make up the ranks of the army of the Lord ... because someone interceded in tongues, not understanding what was happening!

Hallelujah! The Word of God declares the Spirit intercedes for us; is part of his ministry in our lives, so that the Scriptures refer to as "The Spirit of supplication" (Zc.12: 10). There is no separate it from the subject of the sentence:
"Likewise the Spirit also helps our weakness; for we know not what we should pray for as we ought, but the Spirit himself intercedes for us with sighs too deep And he who searches the hearts knows what the mind of the Spirit. He according to the will of God intercedes for the saints "Romans 8: 26,27.

We talked about various types of prayer: thanksgiving, pray God's plan, and pray against the weakness of the flesh. But this is another kind of prayer; is a position in favor of others, not ourselves.
Intercede in tongues is something we can do intentionally. When I want to pray for particular subject or person without knowing how to do it, I ask the Lord to guide me in prayer for that specific subject, then pray in tongues for what believing that the Holy Spirit is helping me to pray.

However, there are times when even planned to pray and the Spirit drives me to do it. It is amazing how the Holy Spirit can move us to pray in emergency situations and in great need. And unpublished things may have their place if we surrender to the Lord.

The MASTER KEY

Harold McLaryea, senior pastor of our church, received a vision from God that revolutionized his life of prayer, especially intercession. This happened while living in Ghana, Africa, before coming to Brazil. The experience is in harmony with biblical teaching and serves us as an example.

He reported thus: "One of the biggest revelations of God for my life happened when he was a teenager I was part of a youth ministry on the rise in my country and had experienced many miracles of God - transformations of life, healing, and deliverance.. We were preparing for something far greater in God's work when it occurred to me this remarkable experience.

One afternoon in my room, I was praying and seeking the Lord on behalf of the ministry, when suddenly, the room was filled with the sublime presence of the Lord Jesus and I was literally thrown on the floor, about ten feet from where I was. This was the first time I fell in God's presence, and was in an unexpected way.
To fall to the ground, I was led by the Holy Spirit in a vision to a castle, a huge fortress, as of old. This fortress was a lot of people stuck in various rooms and rooms.

People were sad and distressed and seemed as in the times of slavery when many blacks were abused and chained, suffering all kinds of pain as they waited in forts on the beaches ships that would take them away from their land.

I saw a lot of people, of various colors and social class, chained and imprisoned behind the doors in this great fortress and I could see the anguish and sadness in their eyes. Suddenly, I found myself with brothers of ministry in the main gate of the entrance of the fortress, and I was with a small key in my hand. I soon understood that we were there to liberate all the oppressed people, but it seemed to us an impossible task, since we had only a small key in the hands and the gates and chains that bound people were many, and of all types of locks imaginable.

Then the Lord spoke to us telling us to use the same key to free the people, and to my surprise, the doors and all the chains and locks opened up when pulled and've turned the key. The people who were arrested was released, and then the vision ended.

I got up from the floor, and sat down on the bed thoughtful about what had happened and was still scared, when God began to speak to me within me, in my mind. God told me that we were on the threshold of a tremendous disruption in our ministry where we would see many liberated lives and transformed to his kingdom, and the means to bring it to reality was already in our hands.

I asked what means was this, and the Lord answered me that this was the key means that He had shown me in vision; and added that this key was what we call a pass key. The ancients were wont to have a saved key that opened all the doors of the house in times of emergency. This key was called master key because with it opened any door, regardless of the type of lock.

God then told me that there are several keys in the kingdom for any kind of purpose, and we had already learned to deal with some of these keys with great success; but there was a special key that He gave His Church, which is able to open all doors before us and bring results than ever before imagined.
God told me that few Christians have used this key, and further, that most do not even know this key, let alone how to use it. The key is prayer in the Spirit. If we take the master key that God has given to his Church and learn to use it, we will have powerful results! "

I believe that prayer in the Spirit is the key that opens all doors, it is the will of God. And the very Word teaches us that when we pray according to the will of God we have guaranteed response:
"And this is the confidence we have in him, that if we ask anything according to his will, he hears us, and if we know that he hear us, whatsoever we ask, we know that we have reached the things we have asked" . I John 5: 14,15.

Praying in tongues, is sure to have God's answer!

Book: The Language of Prayer Supernatural

Pr. Luciano Subirá

sábado, 28 de março de 2015

Vida no Espirito Pr Eber Rodrigues

O ESPÍRITO É QUE VIVIFICA

É do Espírito Santo que sai a vida de Deus, e essa vida é o que de fato nos alimenta e nos dá condições de operar em Deus. Nosso chamado é vivermos em Deus, fora do domínio das circunstâncias, longe das mentiras do diabo, livres do controle da nossa carne e completamente inconformados com esse mundo; porém isso só será possível se aprendermos a usar a nossa fé e nos submetermos ao Espírito Santo. 

Às vezes o engano é tão profundo que teremos que prestar muita atenção à voz do Espírito Santo e à Sua orientação para entrarmos na liberdade com que Cristo nos Libertou. Pois obedecê-Lo nesses momentos poderá ser contrariar um sentimento muito claro e nítido em nós, que talvez nos controle há muito tempo. 

Porém, aí está a cura e aí está a restauração da nossa alma: quando aceitamos e praticamos a verdade que o Espírito vivifica em nosso íntimo, quando ouvimos e seguimos a instrução do Espírito Santo.

Tiago 1:21-22 diz:
“Portanto, despojando-vos de toda impureza (coisas ruins que entraram em nosso sistema de conceitos e pensamentos, pensamentos
O ESPÍRITO É QUE VIVIFICA
malignos, carnais ou mundanos) e acúmulo de maldade (infelizmente, satanás, o mundo e a carne acumularam muita maldade em nossa alma, ocasionando nela um lugar que carece de restauração e cura), acolhei, com mansidão, a Palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma. Tornai-vos, pois, praticantes da Palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos”2.

Como se pratica a Palavra? Pela fé, ou seja, vivendo de acordo com a realidade que Deus estabeleceu em nosso íntimo. Há realidades naturais, que são passageiras, e há realidades espirituais em Deus que são eternas. Essas realidades invisíveis podem ser acessadas, pelo exercício da nossa fé, quando colocamos o que Deus nos diz em ação, vivendo de acordo com a Palavra. 

O que foi vivificado em nosso íntimo precisa ser praticado pela vivência de fé para ser acessado. Quando praticamos a nossa fé passamos a experimentar aquela verdade específica vivendo nela.

O Espírito vivifica a Palavra em nosso íntimo, e nós vivificamos a fé por nossas atitudes equivalentes ao que Deus diz. Deus dá vida à Palavra dentro de nós e somos nós que damos vida à fé, pelas atitudes que tomamos em cima da Palavra dada; ou seja, se a fé sem obras é morta (Tg 2:17), a fé com obras é viva, funcional, e produzirá os resultados do Evangelho em nossas vidas. 

O ESPÍRITO É QUE VIVIFICA

Palavra viva dentro de nós, subjetiva, ficando apenas no invisível, sem nenhum efeito prático que nos muda ou muda as nossas circunstâncias. Mas a verdade praticada libera o poder da Palavra em nossas vidas, produzindo em nós os efeitos da verdade.


Entenda: a verdade que Deus revela em seu íntimo, quando vivida pela simplicidade da fé, se incorpora em seu espírito, como uma condição de Deus estabelecida em você. 

A fé puxa aquela verdade para o seu íntimo, e ela se torna um lugar da manifestação constante de Deus em sua vida. A sua firmeza de fé na verdade que Deus falou é que traz, com o tempo, os frutos. 

O que são os frutos? Os frutos são as manifestações constantes das verdades em nossas vidas pela operação do Espírito Santo em nós. São as manifestações do próprio Deus em nós, constantemente, fornecendo vida a outros e estabelecendo a Sua autoridade em nossas vidas.

Livro: MERGULHANDO NO ESPÍRITO
Pr Eber Rodrigues

Dom de Revelação

O dom de línguas é um dom de revelação

Revelação

Ao passarmos tempo a sós com Deus, orando em línguas e meditando na Palavra, Ele ministra a Sua Verdade em nosso interior. O dom de línguas é um dom de revelação na Palavra. Através da oração em línguas, os mistérios são ministrados em nosso espírito; porém eles são ministrados de uma maneira codificada, pois são mistérios. 

O princípio da meditação da Palavra é um dos princípios através dos quais o Espírito Santo usa para decifrar esses mistérios em nosso coração e mente. E a oração no Espírito nos fortalece por dentro para enxergarmos o que o Espírito Santo quer nos revelar.

Às vezes a resposta é tão simples e parece tão fácil de ver, e mesmo assim nós não vemos, ou não conseguimos
 “Pois quem fala em outra língua não fala a homens, senão a Deus, visto que ninguém o entende, e em espírito fala mistérios” (1 Co 14:2).

entender o que Deus quer nos falar. Deus fica ali, dentro de nós, como Ajudador que Ele é, ministrando em nosso espírito, mas às vezes nos falta a força para aceitarmos, com fé suficiente, o que Ele está nos ensinando. Daí a importância de orarmos o máximo de tempo em outras línguas e meditarmos muito na palavra, pois quando fazemos isso, damos a Deus a oportunidade de operar a verdade d’Ele em nós. 

A oração em línguas entra exatamente aí: quanto mais perseveramos na oração no Espírito, hora após hora (Ef 6:18), mais aquele entendimento que Deus está procurando formar dentro de nós vai sendo fortalecido pelo Espírito Santo. Uma forte convicção de entendimento vai tomando conta do nosso interior, até que temos a fé necessária para ver e entender aquilo que para o Senhor era tão simples e tão patente.

Você já viu algum pássaro tentando sair de um recinto fechado? Já observou como ele voa de um lado para o outro, tentando sair e não consegue? Às vezes a porta ou janela de saída está tão visível para nós que o observamos se debatendo para sair! Mas para ele não está tão visível assim; a impressão que dá é que para ele uma batalha está sendo travada e parece que ele está em desespero, enquanto a saída está tão próxima. 

E seria tão simples se ele aceitasse a nossa ajuda de prontidão! Mas o fato é que nós somos uma ameaça para ele, e ele permanece se debatendo com muito medo de nós. Quantas vezes já passamos por momentos de luta, em que a resposta era tão simples e prática, mas nós não conseguíamos aceitar a simplicidade do ensino que o Espírito estava nos propondo! E ficávamos nos debatendo pela pressão e força que o engano da nossa alma impunha sobre nós. 

Se você está agora gemendo, debaixo do controle de algum engano, passe tempo a sós com o Espírito e a Palavra, pois o Senhor é poderoso para tirar você dessa. Fique nesse lugar, até que o Espírito complete o que Ele começou em sua vida.

Que coisa fantástica é esse dom de revelação que nos foi dado: a oração no Espírito! Pois quanto mais falamos em outras línguas, hora após hora, mais a verdade cresce dentro de nós até o ponto de nos dominar por dentro, quebrando a força que o engano possuía de nos controlar. A oração em outras línguas é um veículo fantástico que Deus usa para nos levar para fora do controle da nossa alma. 

A Palavra não diz ‘andai na alma’, mas ela diz: “andai no Espírito” (Gl 5:16). Quanto mais a luz da verdade de Deus brilhar dentro de nós, mais liberdade nós experimentaremos. Jesus disse:

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”


Livro: MERGULHANDO NO ESPÍRITO
Pr Eber Rodrigues